Recebido por mail:

Boa noite Paulo Guinote

Somos uma família de funcionários públicos de Braga.

Quando mudamos para esta casa, em Julho de 2004, estabelecemos um contrato bi-horário com a EDP na modalidade de “conta certa”.

Até à alteração do IVA, confesso que nunca nos preocupamos com a conta da luz. Hoje fomos fazer a alteração do contrato para “conta mensal”.

Pedimos que nos explicassem como fazer a contagem para poder dar depois uma leitura mensal.

Assim, quando chegamos a casa fomos ao contador para perceber se a conseguíamos fazer.

Imaginem o nosso espanto quando verificamos que a hora que marcava o contador era de menos uma hora. Isto aconteceu às 18.52 h e o contador marcava 17.54 horas. Liguamos de imediato para a linha de apoio 808 505 505. Fomosa atendidos com muita correção, aguardamos que nos dessem uma resposta, mas não o puderam fazer.

Pediram o meu contato e marquei uma vinda de técnicos para a próxima 4ª feira dia 2 de novembro, entre as 13 e as 15.30 horas. Questionei se os técnicos da EDP ao fazerem a leitura não deveriam verificar se a hora estava correta. Responderam que sim.

Não informei a linha da EDP, mas o contador bi-horário do meu vizinho tem também a hora atrasada.

Não sei se esta situação será mesmo um erro dos contadores ou se é uma forma de a EDP cobrar encapotadamente uma hora de “cheia” a mais, uma vez que no meu caso, coloco as máquinas a lavar por volta das 22.02 horas para poder estender a roupa e guardar a louça antes de ir dormir.

Questionei a linha da EDP sobre o que iria acontecer em termos de reposição destas horas e apenas referiram que iriam analisar a situação colocada, depois dos técnicos a verificarem.

Reparem que no nosso caso, ao longo de 7 anos e durante 6 meses (tempo de duração da mudança de hora), a EDP está a cobrar-nos uma hora de “cheia”, quando deveria cobrar uma hora de “vazio”. Se isto acontecer a todas as famílias com bi-horário, imaginem o dinheiro que é retirado aos consumidores.

Já não chegam os aumentos de impostos, os cortes nos vencimentos e subsídios e ainda temos a EDP a vir-nos ao bolso através do contador…

Agradecia que divulgasse este email para que todos verifiquem o contador bi-horário.

Já informei a DECO e o JN (foi o único que tinha o contato mais acessível). Espero assim alertar mais alguns consumidores que podem ter contadores “avariados”, ou então dar início à deteção de mais um “imposto” para a EDP. Assim é fácil ter lucros de milhões de euros.

Anexo duas fotos do contador, uma com a data e outra com a hora como prova das minhas afirmações.

Grata pela atenção dispensada

Com os melhores cumprimentos

Maria Helena

About these ads